Seu navegador não suporta Javascript.
alt-ec36322525.jpg Vips

Maurício Alves - 0

EMPREGO: Piauí vai receber 10 grandes empresas no prazo de um ano. VEJA!

26/06/2010 - 12h08min
ampliar Emprego Emprego

Nos próximos 12 meses, o Estado do Piauí vai receber novas instalações de pelo menos uma dezena de grandes empresas. São grupos como o Wall Mart, que instalará dois hipermercados em Teresina; ou a Bunge, que resolveu tirar do papel a fábrica de margarina. O resultado será a geração de emprego e a realimentação da economia piauiense. Essa aceleração da economia também tem efeito político, já que dá uma marca de desenvolvimento ao governo Wilson Martins e reforça o discurso desenvolvimentista do governador que busca a reeleição.


A geração de emprego tem sido um dos suportes do discurso de Wilson desde quando ocupava a coordenação do PAC no Piauí. A imagem do governador está vinculada a obras de infra-estrutura, como a reforma do aeroporto de Parnaíba, as estradas dos cerrados, a ZPE de Elizeu Martins e Parnaíba, as barragens de Poços de Marruá e Piaus e o conjunto Jacinta Andrade, em Teresina.


Wilson não se incomoda em ser chamado de desenvolvimentista. Mas adverte que busca um desenvolvimento que gere emprego e renda, e traga oportunidade para o povo.  “O Jacinta Andrade é um exemplo disso: na construção, foram gerados 2.500 empregos diretos. Além disso, estamos levando habitação para o povo, com a construção de 4.300 moradias”, observa o governador.


No governo Wilson, está saindo do papel a instalação no Estado de novas unidades empresariais. Um exemplo é a Suzano, que começou em maio a formalizar os contratos com os parceiros que vão plantar eucalipto para produção de celulose. No início do próximo ano, a Suzano vai iniciar a construção da fábrica em Nazária. Serão 6 mil empregos diretos apenas na fase de construção. Depois, serão 18 mil empregos, sendo 3.500 apenas na fábrica.


A geração de emprego também se materializa em outra obras de infra-estrutura, como a Transnordestina (4 mil empregos na atual fase de construção), as obras das BRs 020 e 235 , no porto de Luís Correia e nas intervenções no setor de saneamento básico. “Estamos fazendo do Piauí um grande canteiro de obras”, diz o governador.


Mas Wilson admite que a chegada das novas empresas tem um aspecto novo e mais importante: mesmo quando a obra termina, as empresas seguem produzindo e gerando emprego. É o caso da Suzano em Nazária, dos hipers do Wall Mart em Teresina ou da indústria de margarina em Uruçuí. “É a garantia de emprego agora e no futuro”,

EnqueteVocê é a favor ou contra da Lei da Ficha Limpa para nosso municipio. Vote SIM P/ a favor e NÃO P/ contra.

Auditado por Google Analytics