Seu navegador não suporta Javascript.
alt-ec36322525.jpg Vips

Maurício Alves - 0

TCU: Estado do Piauí é o sexto no número de inelegíveis

23/06/2010 - 10h25min
ampliar Vários candidatos estão inelegivéis segundo TCU Vários candidatos estão inelegivéis segundo TCU

O Piauí tem 386 nomes na lista de gestores públicos considerados inelegíveis pelo Tribunal de Contas da União (TCU). É o sexto maior número de ex-políticos que tiveram suas contas rejeitadas por mau uso do dinheiro da União em convênios de estados e municípios com entidades federais. O líder nacional neste ranking é o Maranhão quase o dobro dos nomes piauienses (728).

Só de ex-prefeitos e atuais prefeitos, que conseguiram retornar ao cargo nas eleições de 2008, são quase 200 nesta situação. Alguns deles são reincidentes. Também aparecem na lista dois ex-deputados estaduais e o deputado Roncalli Paulo (PSDB) que ainda está no mandato. Só pelos nomes na lista não é possível afirmar aqueles que poderão ou não se candidatar este ano.

O deputado Roncali Paulo (PSDB) que aparece na lista. Ele disse que conversou com o seu advogado, Norberto Campelo e que está tranqüilo com relação a sua candidatura a reeleição. Segundo ele as pendências e as justificativas do processo já foram encaminhadas ao TCU. O processo diz respeito a pendências nas contas da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, ainda do Governo Mão Santa. Conforme o documento do TCU, a deliberação contra o ex-secretário e atual parlamentar teve seu Acórdão 171/2005, registrado na Ata 06/2005, em sessão de dois de março de 2005.

Além do deputado Roncali Paulo, outros nomes bastante conhecidos e que constam na lista são: Felipe Santolia, ex-prefeito de Esperantina; Auricélio Ribeiro, ex-prefeito de Jurema; César Melo, ex-prefeito de Campo Maior e ex-deputado estadual; Eliete Fonseca e Elvira Raulino, ambas ex-prefeitas de Altos; João Falcão Neto, ex-prefeito de Cristino Castro; José Ribamar Pereira, ex-prefeito de Barras; Reginaldo Correia da Silva, ex-prefeito de Guaribas; Meriam Ohana, ex-presidente da Cepisa; e Valdeci Cavalcante, ex-presidente regional do DEM. A declaração de inelegibilidade desses gestores é competência exclusiva da Justiça Eleitoral a lista do TCU é apenas um indicativo de caminho que o TRE pode seguir.

EnqueteVocê é a favor ou contra da Lei da Ficha Limpa para nosso municipio. Vote SIM P/ a favor e NÃO P/ contra.

Auditado por Google Analytics